livro-de-ocorrencias

Livro de ocorrências: qual a sua importância? Para que serve?

Quando entramos numa delegacia de polícia, a primeira solicitação que fazemos é a elaboração de ocorrência policial, conhecida popularmente por BO – Boletim de Ocorrência.
Assim como as delegacias de polícia registram crimes e contravenções o vigilante ou porteiro deve registrar também ocorrências que influenciem direta ou indiretamente na segurança do posto de serviço.

 

Esse registro é de suma importância para o controle e gerenciamento das normas procedimentais de segurança, pela empresa ou no caso de condomínios a Assembléia  de Moradores.

As ocorrências lavradas no Livro de Ocorrências Gerais referem-se:

  • Crimes ocorridos dentro do posto de serviço ou condomínio (ex: assalto, pichação, risco em capo de veiculo, furto de toca fita na garagem etc.) ou em suas proximidades (furto de auto na frente do posto de serviço ou condomínio , assalto, a transeunte etc.); tudo deverá ser observado pelo profissional de segurança ou porteiro.
  • Reclamações de funcionários da empresa ou moradores de condomínios   ou domésticos;
  • Qualquer constatação de desrespeito ás normas procedimentais de segurança estabelecidas pelo cliente ou síndico;
  • Fato inusitado ou suspeito. O vigilante ou porteiro com foco em segurança, deve ficar alerta durante o serviço, para fatos inusitados ou suspeitos que possam ocorrer. Anotar placas de veículos ou motos, sempre é uma boa pedida. Todos os acontecimentos estranhos e fora do normal, devem ser registrados no Livro de Ocorrências;
  • Qualquer tipo de desavença no interior do posto de serviço  ou no portão de entrada de pedestres ou veículos devem ser observadas;
  • Dano ou inoperância de equipamentos de segurança como CFTV, alarmes, sensores, automatização de motores, e etc…;.

O vigilante ou porteiro  deverá anotar no livro de ocorrências a data, hora, pessoas envolvidas, características físicas de pessoas e veículos suspeito e redigir um breve relato do ocorrido.

 

Tenham sempre em mente que a maior e mais poderosa arma do vigilante é a CANETA  pois se não registrar os fatos ocorridos como poderá  se  proteger das peculiaridades de sua  profissão que aliás são muitas  porque o que mais  temos  é  o dever e não o  direito.

 

Outra boa dica que dou ao vigilante ou porteiro é que registre tudo em livro o que está relacionado ao seu turno de trabalho bem como, por exemplo, uma nova norma interna ou mudanças de rotina de trabalho, se possível sempre anote os dados completo desta  pessoa responsável que está determinando está nova norma e se possível  em seguida após o registro dos fatos  peça por gentileza  para que a  mesma  assine a nova determinação ou norma, já em  postos de vigilância ou portaria sempre temos um responsável pela segurança o qual será comunicado do fato para que tome conhecimento e as providências necessárias.

 

No mais tenho um bom trabalho porque o que queremos provar é que não somos apenas qualificados e sim os melhores.

MODELO DE PREENCHIMENTO DO LIVRO DE OCORRÊNCIAS:

 

– Assumo o turno de serviço com todo material de apoio em ordem e as normas em vigor descrita sem alteração:

  1. EMPRESA: exemplo: (FEDERAL SEGURANÇA)
  2. POSTO DE SERVIÇO: exemplo: ( Transportadora)
  3. CIDADE / DATA:
  4. RECEBIMENTO DE SERVIÇO: exemplo: (Nome e Matricula do vigilante que está entregando o posto para você )
  5. VIGILANTE DE SERVIÇO ou EQUIPE DE SERVIÇO: exemplo: (Seu nome e matricula), se tiver mais profissionais relacionar todos como equipe de serviço.
  6. MATERIAL DE SERVIÇO: ( Relacionar todo material de apoio como  numeração que vem nos  materiais de apoio como por exemplo nº revólver,  nº placas balísticas ,nº rádio, etc…;os que não tiverem numeração apenas relacione.)
  7. OCORRÊNCIAS: Caso não tenha ocorrido nada coloque apenas  Nada houve a registrar
  8. PASSAGEM DO SERVIÇO: exemplo: (Nome e Matricula do Vigilante que assumirá em seu lugar)

ABERTURA DO LIVRO:

REGISTROS:

I – Faça-se uma numeração pessoal para os fatos ocorridos por exemplo. I, II, II.

Após os registros dos fatos ocorridos no decorrer seu turno, faça-se o fechamento do livro.

FECHAMENTO DO LIVRO

Encerro o turno de serviço com todo material de apoio em ordem e as normas em vigor descrita sem alteração.

CIDADE / DATA.: exemplo:( Goiânia, Go 25 de setembro de 2010.) SÁBADO

 

* Outro fato muito importante é que após todo fechamento do livro e passagem de turno colocar o seu nome e do vigilante ou porteiro que está recebendo o serviço para que ambos tomem ciência dos fatos ocorridos e relatados e que assim se estiverem de acordo ambos assinem.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email